Um certo ‘Mané’

Que dominava, passava a bola entre as pernas, chamava.

Não tinha medo do zagueiro mais bruto, do mais desleal, do mais grosso.

Esse era Garrincha, que vez ou outra entortava nossa vida.

Quando falamos de 58, falamos apenas de Pelé, mas não esquecemos Garrincha. Que era ‘pé torto’, não fazia questão nenhuma de que não lhe falassem isso (nem nervoso ele ficava), mas é um anjo: um anjo das pernas tortas, que ainda sobrevoa o Maracanã.

“Garrincha, o anjo, escuta e atende – Gooool!
É pura imagem: um G que chuta um O
Dentro da meta, um L. É pura dança!”

(trecho do poema “O anjo das pernas tortas’, escrito pro Vinícius de Moraes)

É com esse texto que eu abro os trabalhos para este blog, o ‘Arte do Futebol”, espero que seja um blog que agrade a vocês.

‘Arte do Futebol’. Um blog futebolisticamente artístico.

Cleyton Santos

Anúncios

2 comentários sobre “Um certo ‘Mané’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s