O ‘Gato’ que não tinha medo de bola

Sepp Maier era inconfundível. Um goleiraço; não tinha medo de ficar frente-a-frente com o cravo de uma chuteira.

Se entregava em campo, da mesma forma que inspirava seus companheiros seja de Bayern de Munique, seja da seleção alemã, para ficarem tranquilos, pois no gol, ele não iria deixar passar nada.

Sua atuação frente a Holanda na final da Copa de 1974, lhe rende elogios até hoje.
Afinal, não é sempre que você enfrenta Cruyff e Ressenbrink e sai ‘ileso’.

Maier ainda tinha a fama de ser um goleiro muito bem-humorado, há de se dizer o exemplo que houve após uma partida, que o atacante Fischer ouve a seguinte pergunta:

“Como um jogador tão ruim como você consegue jogar numa seleção campeã do mundo?”

Outro exemplo clássico foi quando, na temporada 1978/79, com o Bayern na zona do rebaixamento, Maier diz a imprensa essa frase:

“Enviamos um ofício para a Federação Alemã pedindo que nossos adversários joguem com um a menos. Quem sabe assim, pare de sobrar um atacante livre na minha frente!”

Ele foi o único a encarar a imprensa, após uma longa reunião entre o elenco do Bayern, para discutir sobre este assunto.

Ele acabou perdendo boa parte de seu bom humor após um acidente automobilístico, que o fez parar de jogar.

Ele trabalhava na seleção alemã até 2004, quando Jürgen Klinsmann assumiu a ‘NationalElf’.

Ele é um goleiro que o futebol alemão, mas essencialmente, o Bayern de Munique idolatra.

Que Sepp Maier continue mostrando – nem que seja pelos vídeos – que, ainda existe time, que começa por um grande goleiro.

 

Arte do Futebol. Um blog futebolisticamente artístico.
Amanhã: O dicípulo de Sepp Maier, Olivier Kahn: A II grande muralha alemã.

Anúncios

2 comentários sobre “O ‘Gato’ que não tinha medo de bola

  1. Parabéns pelo blog. Eu que faço, ou tento fazer, um blog esportivo, sei da dificuldade de encontrar um blog de qualidade sobre o tema. Essa forma artística de apresentar figurar memoráveis do esporte bretão é bastante louvável e elogiável. Tomei permissão e inclui seu blog no meu blog roll e no meu feed.

    Um abraço,
    Marcelo Bloc
    blogdobloc.blogueisso.com

  2. Sim, é certo que Maier segurou a Holanda na final de 1974, porém o que definiu o jogo foi a postura alemã depois do primeiro gol holandês. Zico definiu Maier certa vez como um goleiro que realmente parecia maior no gol do que aparentava sua estatura. Um elogio, claro. Parabéns pelo blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s